Blog do GB

O que faz um desenvolvedor front-end?

16 de dezembro de 2020

A função de um desenvolvedor front-end é “dar cara” a interfaces dos projetos. Isto é: ele/ela atua nas partes do software que vão interagir diretamente com o usuário final. Por isso, não é à toa que essa figura é tão fundamental na concepção de um site ou aplicativo, afinal de contas, é ele ou ela quem irá programar o layout e estabelecer as bases para uma boa navegação.

De modo geral, a pessoa desenvolvedora front-end é responsável por:

- Organizar os layouts e elementos das páginas;
- Criar uma interface responsiva e amigável para o projeto;
- Aplicar conceitos de UX;
- Dominar linguagens de programação com HTML, CSS e JavaScript;
- Melhorar a interação entre software e usuário.

Quais as habilidades e competências necessárias?

Além de conhecer e dominar algumas ferramentas básicas, como conceitos de User Experience e lógica de programação, o desenvolvedor front-end também precisa ter/ser:

- Ter vontade de aprender, já que as tecnologias mudam constantemente;
- Ser detalhista e ter interesse por designer de interfaces;
- Ser organizado e saber lidar com demandas de criação e atualização de softwares.

E como se tornar um/uma front-end?

 De forma geral, os desenvolvedores front-end são graduados em áreas como TI, Engenharia da Computação e Sistemas de Informação. Porém, é preciso que o profissional também goste de se manter antenado e tenha um perfil autodidata para atuar nesta área. Pra começar, você pode se aprofundar no universo do web design, da criação de layouts e da lógica de programação. Afinal de contas, conhecer quais são as etapas de um projeto, quais os métodos mais utilizados pelos profissionais da área e como executar as funções desse projeto pensando no usuário são essenciais para qualquer front-end, além de conferir mais confiança e credibilidade para qualquer profissional.